segunda-feira, 28 de junho de 2010

A verdade sobre o São João

Foto: G1


A celebração do dia de São João não é algo novo. Iniciou-se há um longo tempo atrás.Os druidas adoravam o sol com fogueiras neste dia.Esta celebração também se originou na celebração do Solstício de Verão no hemisfério Norte, onde eles adoravam o sol e festejavam a fertilidade, acontecendo em muitos lugares ao longo dos séculos, especialmente no Norte da Europa [Suécia, Dinamarca, Finlândia e Noruega, Reino Unido], também usando fogueiras. E, em alguns países eles ainda as fazem para celebrar este dia. Além disso, há também uma conexão entre essas fogueiras e os sacrifícios de crianças no fogo por seus pais a Moloque, algo que Deus sempre falou ao seu povo de Israel para ficar longe, pelos profetas e Moisés [Moshe]. Isso era uma prática comum entre os povos que viviam perto de Israel [2 Reis 16:3, 2 Crônicas 28:3]. As práticas de pequenas adivinhações e feitiçarias são comuns também, chamadas de simpatias e são feitas na maioria dos casos para saber o nome do seu futuro par romântico. As pessoas que fazem essas simpatias não acham que são adivinhações e feitiçarias ou que eles estão pecando, mas se você parar para pensar, você percebe que realmente é. "
Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro... "- Deuteronômio 18:10. É um demônio que mostra a "revelação" em simpatias, assim como o que Paulo e Silas expulsaram da menina escrava em Atos 16:16-18.


Temos que manter em mente que Deus nunca muda. Ele é sempre o mesmo. Desde a criação do mundo, Deus permanece o mesmo. “
Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.”.No reino espiritual, as regras de tempo e espaço que conhecemos não se aplicam. É por isso que o Senhor, que é Espírito, disse a Moisés [Moshe] que Ele é o EU SOU [Êxodo 3:14]. Presente do indicativo. Sempre é presente no reino espiritual, não há passado e futuro definidos.O Senhor vê o futuro e o passado de cada um como um piscar de olhos.

Assim, ao celebrar este dia, tal como ele é e fazer suas simpatias, você não está celebrando ou consultando um santo [o que já seria ruim, pois o Senhor disse para não ter outros deuses diante dEle, e se você está se juntando a uma festa dedicada a um santo, você o está adorando como um deus e o João de verdade está morto, então você também está consultando/celebrando um morto o que também é condenável pela palavra], mas você está celebrando ao mesmo Moloque e consultando demônios.Essa é a verdade no reino espiritual e aos olhos de Deus, que é sempre o mesmo e para quem não existe passado.

Não andeis nos costumes da gente que eu lanço de diante de vós, porque fizeram todas estas coisas; por isso, me aborreci deles."- Levíticos 20:23-Nós precisamos de seguir os padrões de Deus, e recusam-se os costumes das nações que estão contra a Palavra de Deus, incluindo os que aparentemente não parecem maus e que se apropriam de uma falsa imagem de que “tem a ver com algo da Bíblia”, mas que em sua essência vem de rituais que como dito acima o Senhor nos mandou ficar longe.Se somos parte do povo do Senhor, como Pedro diz em 1 Pedro 2:9 se referindo a Êxodo 19:6, não podemos andar nos costumes de outros povos.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Somos parte de Efraim?


Hoje estava conversando com minha prima Wendy sobre esse tema e o quando não nos damos conta disto.A resposta para a pergunta é Sim, se você fez uma aliança com Yeshua assim como eu fazemos parte da tribo de Efraim.Vou explicar melhor.
Primeiro vamos ver o Ezequiel 37:15-28:

"15 Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 16 Tu, pois, ó filho do homem,
toma um pedaço de madeira e escreve nele: Para Judá e para os filhos
de Israel, seus companheiros; depois toma outro pedaço de madeira
e escreve nele: Para José, pedaço de madeira de Efraim, e para toda
a casa de Israel, seus companheiros.17 Ajunta-os um ao outro, faze deles
um só pedaço, para que se tornem apenas um na tua mão.18 Quando te
falarem os filhos do teu povo, dizendo: Não nos revelarás o que significam
essas coisas? 19 Tu lhes dirás: Assim diz o Senhor Deus: Eis que tomarei
o pedaço de madeira de José, que esteve na mão de Efraim, e das
tribos de Israel, suas companheiras, e o ajuntarei ao pedaço de Judá,
e farei deles um só pedaço e se tornarão apenas um na minha mão.
20 Os pedaços de madeira em que houveres escrito estarão na tua mão,
perante eles.21 Dize-lhes, pois: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu tomarei
os filhos de Israel de entre as nações para onde eles foram, e os congragarei
de todas as partes, e os levarei para sua própria terra.22 Farei deles uma
só nação na terra, nos montes de Israel, e um só rei será rei de todos
eles.Nunca mais serão duas nações, nunca mais para o futuro se dividirão
em dois reinos.23 Nunca mais se contaminarão com os seus ídolos, nem
com suas abominações, nem com qualquer das suas transgressões;
livrá-los-ei de todas as suas apostasias em que pecaram e os purificarei.
Assim, eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus.24 O meu servo Davi
reinará sobre eles; todos eles terão um só pastor, andarão nos meus
juízos, guardarão os meus estatutos e os observerão.25 Habitarão na terra
que dei a meu servo Jacó, na qual vosos pais habitaram; habitarão nela,
eles e seus filhos e os filhos de seus filhos, para sempre; e Davi, meu servo,
será seu príncipe eternamente.26 Farei com eles aliança de paz; será aliança
perpétua.Estabelecê-los-ei, e os multiplicarei, e porei o meu santuário no
meio deles, para sempre.27 O meu tabernáculo estará sempre com eles;
eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.28 As nações saberão que eu
sou o Senhor que santifico a Israel, quando o meu santuário estiver para
sempre no meio deles.

Continuando o raciocínio, Efraim foi filho de José com uma egípcia que era gentia.Além disso ele foi eleito o primogênito sobre as outras tribos de Israel como vemos en Gênesis 48:13-20, pois Rúben perdeu a primogenitura quando se deitou com as cocumbinas de seu pai Jacó.Desde o início Deus tem um plano.Nós que antes éramos gentios estávamos representados em Efraim.Ezequiel, que era sacerdote e profeta, fez esse ato profético demonstrando que Efraim se juntariam a Judá e os dois de tornariam um só.Através do sacrifício do Messias, isso se tornou possível.

Quando fazemos um aliança com ele somos enxertados nele e na tribo de Judá consequentemente, pois Yeshua é da tribo de Judá, assim como a vara de Efraim que somos nós que éramos gentios e que fizemos essa aliança, como é dito no verso 22.
Assim nós tornamos judeus e como diz em Ezequiel um só rei reinaria sobre nós, Davi.Sabemos que Davi morreu mas Yeshua é da descendência dele é chamado raiz de Davi, cumprindo a promessa que Deus fez ao mesmo que dizia que ele teria um descendente que reinaria eternamente.Portanto, Yeshua é o Rei que reina lá no céu, mas que brevemente [sétimo dia, ou o milênio do Messias] reinará aqui na Terra, em Jerusalém sobre todas as nações, e sobre os judeus [Judá] e os gentios que se tornaram judeus [Efraim] e parte de Judá e Ele será o tabérnaculo de Deus que habitará na Terra para sempre como diz no verso 27.

Além disso, sobre nós tem que haver uma mesma lei e os mesmo estatutos [verso 24].Mas que lei e que estatutos são esses? A Torah [ou Pentateuco ou os cinco primeiros livros da bíblia] que Deus deu ao seu povo para vivessem uma vida de acordo com Sua vontade.Deus nunca mudou e nunca vai mudar, Ele nunca pediria para ser escrito algo [como a Torah] para não valer mais nada depois.O próprio Yeshua cumpriu tudo e nos disse que nunca veio para revogá-la [Mateus 5] mas ainda instruiu que a cumpríssemos [Mateus 23:1-3].Mas não podemos fazer isso com Judaísmo no meio, porque isso foi o que Ele recomendou que não fizéssemos, mas que seguíssemos a Palavra e muito menos com coisas do Cristianismo que surgiram desde Roma
[verso 23]. Claro que os sacrifícios e leis sacerdotais não precisam ser cumpridas pois isso foi adicionado depois que o povo pecou com o bezerro de ouro.Paulo entendeu isso em Gálatas 3:19.O resto devemos cumprir pois se quebrarmos um deles é pecado [1 João 3:4] e atraímos maldição.

Enfim, se somos parte do corpo do Messias, devemos andar como ele andou [1 João 2:6] e você acha que Jesus andou como aqui na Terra? Cumprindo a Torah ou não?

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Viajando pelo Globo


Como não tenho muito o que fazer nas férias, decidi fazer essa lista das cidades do mundo que mais quero conhecer e que vou conhecer no tempo determinado pelo Senhor.
Então aí vai, alguns locais fica difícil escolher uma cidade por serem pequenos ou ilhas ou por representarem uma reagião que quero conhecer.

1- Paris – eu sei que é clichê, mas quem não quer ir para lá?

2- New York – continua clichê, mas como dizem por aí, é a capital do mundo =P

3- Miami [de novo] – os outros posts justificam

4- Zurique

5- Milão

6- Veneza

7- Toscana [eu sei que é uma região, mas lá se come e se vive muito bem] e Parma

8- Oslo

9- Estocolmo

10- Helsinque

11- Londres

12- Dublin

13- Los Angeles

14- San Francisco

15- Seattle

16- Sydney

17- Melbourne

18- Chicago

19- Auckland e a Ilha Sul da Nova Zelândia

20- Toronto

21- Tóquio

22- Kyoto

23- Shanghai

24- Pequim [Beijing]

25- Hong Kong

26- Singapura

27- Honolulu

28- Cidade do Cabo

29- Seoul

30- Jerusalém

31- Polinésia Francesa

32- Ilhas Maldivas

33- Ilhas Maurício

34- O lugar mais bonito do Caribe [não sei qual é]

35- Amsterdã

36- Berlim

37- Moscou

38- Buenos Aires

39- Santiago

40- Bogotá

41- Montevideo e Punta Del Este

42- São Paulo mais uma vez [sempre tem coisa boa por lá, afinal é a New York da América Latina e a atmosfera de lá é diferente]

43- Rio de Janeiro”

44- Fernando de Noronha

45- Campos do Jordão no Inverno

46- Porto Alegre e Serra gaúcha

47- Florianópolis

48- Curitiba


P.S.: O editor daqui não quis ajudar então vai ficar com fonte diferente mesmo.

sábado, 26 de dezembro de 2009

Saudades, coisa estranha


Saudades realmente é uma coisa que pode te pegar de surpresa.Agora à noite me peguei num saudosismo, e mais uma vez o objeto deste sentimento foi a viagem que fiz para Miami.Eu sei que parece ser idiotice da minha parte, e pode até ser, mas é uma coisa que não consigo esquecer.Nem eu entendo o porquê.Apesar disso é claro que não fico falando disso o tempo todo, senão seria insuportável, mas se alguém puxar o assunto procuro me aproveitar e me transportar para lá nas lembranças e conversas.Quando não é isso, ao me deitar para dormir e fechar os olhos, procuro me lembrar dos bons momentos que passei lá.Todos os dias me lembro de alguma coisa de lá, seja de um chocolate que lembrou Twix PB de lá, ou por alguma música que tocava lá.
Ainda me lembro como se fosse hoje, a emoção de ir para Recife na manhã do dia 31/12/2008 pegar o voo [usando a nova regra gramatical] 980 da American Airlines [que na época ainda tinha preços decentes, hoje uma passagem no mesmo voo custa 4000 reais].Claro que ao acordar já fui no banheiro com diarréia para não perder o costume, ansiedade faz essas coisas comigo.Entrar no avião e acontecer tudo aquilo que já descrevi no primeiro post da viagem, inclusive ficar rindo sozinho dos seriados que passavam na televisão.A ida foi muito mais rápido que a volta.E o melhor foi poder ver Miami de noite ,do avião, toda enfeitada e linda e me sentir em outro mundo.
Tudo lá para mim era extraordinário, acho que passei os primeiros dias agradecendo a Deus por estar lá quando acordava.O frio era uma das melhores partes.Achava impressionante mesmo o céu estando sem nenhuma nuvem e com o sol brilhando ainda fazia frio e ainda dava para andar de casaco.Outra coisa que me impressionou foram as paredes da casa, que não são feitas de tijolos e nem de madeira.Nem sei que material é aquele, mas quando você batia era meio oco. Acho que é por isso que quando mostra um carro entrando numa casa num filme, isto pode realmente ser real, porque nem muros há para impedir a passagem do carro.A grandiosidade das coisas também me marcou.Tudo é grande, do supermercado aos quarteirões.E sempre tem alguma conveniência e restaurante de fast-food perto do seu quarteirão.O melhor era poder desfrutar de tudo com segurança.Andar de bicicleta pelas ruas com mp3 nos ouvidos, andar com sua câmera à mostra pelas ruas, isso tudo sem medo e sem ser assaltado.
Lá tudo me parecia ser muito cômodo e muito motivante.Você se sente motivado a andar de bicicleta ou correr pelas ruas, e fazer exercício.As comidades eram muitas, a melhor era a máquina de alugar filme, onde você alugar filmes recentes por 1 dólar.Você passa o cartão, escolhe o filme em uma tela e o filme sai numa abertura, para devolvê-lo basta no outro dia escolher a opção devolução e colocar o filme na abertura.
Em questão de comida, as redes de restaurantes de lá são muito boas.Claro que não é eram nenhum vencedor de estrelas do guia michelin, mas eram gostosos.Os sanduíches e frosties do wendy's, as panquecas com calda de butterpecan [e a bola de manteiga que vem, comi pensando que era uma bolinha de sorvete], as massas com seus pães caseiros quentinhos e saladas deliciosas ambos ilimitados do olive garden.As saladas que comiam lá eram muito boas, não sei porque.Minha tia Clarice fazia ótimas saladas e o Hashed browns que ela faz são deliciosos, tudo que ela fazia era bom.Mas minha prima Wendy cozinha melhor, nunca vou me esquecer do salmão com inspiração japonesa que ela fez, eu podia comer até o prato.Mas, de longe o meu lugar favorito era a Starbucks.Sempre aconchegante, me recebia numa ambiente quentinho, com ótimo cheiro de café, perfeito para tomar meu Espresso Truffle com açúcar e um toque de baunilha em pó e conversar.O único lugar que não gostava muito de ir era o Pollo Tropical, que vendia tipo uns galetos com arroz, feijão preto, macaxeira, mas é o mais barato e que vem mais coisas para comer.Lá os restaurantes podem custar caro e as redes de restaurantes são os lugares mais baratos.Quase caí para trás quando paguei 20 dólares num sanduíche com pepsi no hard rock café junto com a gorjeta [não é costume aqui, mas lá é preferível que deixe gorjeta em restaurantes à la carte], mas serviu de experiência.O cupcake que comi no ano novo estava muito bom também, assim como a torta de abóbora que Wendy fez.Conheci o famoso Macarroni and Cheese e achei ótimo, além de barato: 0.50 dólares.Os chocolates da Lindt e o Twix Pb eram os melhores chocolates, principalmente os que tinham peanut butter, que gostei desde a primeira vez que comi, mas hoje já enjoei e prefiro comer com mais alguma coisa além de pão.A pecan pie que a esposa de Kelvin fez também junto com o jantar tipicamente americano com direito a vagens, purê de batata com gravy e meat loaf também foi memorável.
A praia, especialmente South Beach é muito interessante.É a parte mais chique de Miami e para se conseguir estacionamento em dia de praia é uma luta.Tudo o que bomba acontece lá, especialmente na Lincoln Road, que é uma rua que é fechada para pedestres.A água é sempre azul e a areia branca, mas dura.
O fator mais importante foi minha família de lá, claro.Sinto falta de ver Walyce chegar do trabalho e conversar com ela ou assistir ugly betty nas sextas-feiras, de Wendy para rir com as coisas engraçadas ou desastradas que fazia, ou para cantar e dançar e junto com ela, de Waldsinho com quem jogava Call of Duty, para mandar ele fazer o homework ao invés de ficar no computador, de Tia Clarice com quem conversava muito tempo inclusive sobre as coisas do Senhor, de tio Wal que sempre nos reunia para ler a Palavra juntos uma vez por semana, de Kelly, Keylla e suas filhas Rachel e Isabella com quem passava um ótimo tempo em família,Kelvin e sua esposa que me levaram para conhecer os aligators e comer comida mexicana de verdade.
Além de tudo, me sentia mais perto de Deus lá.Outra coisa que não compreendo, mas lá podia sentir minha alma anseiar por estar com o Senhor.E louvar ao Senhor em ritmo de salsa ou seja lá o que for, foi interessante também.Conheci também uma música muito bonita lá: Mi universo de Jesus Adrian Romero e não é salsa.
Por isso, sinto tanta vontade de voltar lá ao ponto de ter pensado em rifar minha câmera [para chacota de uns], e escapar do verão daqui e passar as últimas grandes férias da minha vida revivendo essas lembranças boas e criando mais experiências a serem lembradas e parar de pensar tanto nisso.Às vezes até penso em como seria morar lá, acho que o encanto acabaria.Creio que se pudesse fazer universidade por lá e trabalhar iria aceitar a experiência.Mas isso tudo está diante do Senhor e creio que Ele vai me fazer voltar lá no tempo certo, quando Ele proverá tudo.Escrever realmente aliviou essas saudades que mesmo depois de praticamente 1 ano ainda persistem em aparecer.

P.S.: Ah e é claro que sinto saudades de Julia com quem eu tive momentos muito divertidos.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Onde o Brasil vai parar?




Todas as quartas-feiras à noite, eu gosto muito de assistir o Programa do Jô, pois são programas especiais com 4 mulheres jornalistas discutindo sobre a política do nosso país.E assunto na área política nunca falta sempre temos algum absurdo para discutir.E foi num desses programas que descobri a verdade sobre o sistema de votos no Brasil.Isto me fez ficar surpreso como a política brasileira é safada.


Entre os candidatos aos cargos de deputados [federais e estaduais] e vereadores não são eleitos os que tem mais votos.Você pode até votar no seu candidato, mas seu voto pode ter ido para outro candidato que você nem imagina.Resumidamente funciona assim: cada candidato tem um certo número de votos [legenda] para ele poder ser eleito, e esse certo número depende dos partido em que ele está afiliado.Os maiores partidos [aqueles que possuem mais representantes nas câmaras] possuem uma legenda menor e os partidos que possuem menos representantes nas câmaras possuem uma legenda maior [algumas vezes bemmm maior].Então, quando a legenda de um candidato é completa, o restante dos votos que ele conseguir vai ser redistribuído, primeiro entre os candidatos do seu partido e se o número máximo de candidatos do seu partido for atingido, os demais votos serão redistribuídos entre os outros partido.Essa redistribuição só acaba quando todos os votos tiverem sido redistribuídos e tiverem encontrado algum candidato.


Ou seja, os grandes partidos sempre estarão em maioria no poder e os pequenos sempre em minoria.Você pode votar em um candidato honesto e que tenha boas propostas e eleger um ladrão ou alguém que nem tem propostas definidas.Isso me deixou horrorizado e creio que a maioria da população não sabe disso.


Porém, os deputados federais estão com uma proposta para uma reforma política.Os principais pontos dela são: mudar o sistema de votação para um sistema de listas fechadas e deixar o financiamento das campanhas também para o governo.O sistema de listas fechadas se aprovado vai mudar a votação dos eleitores para o voto por partido, onde o partido tem uma lista com um certo número de candidatos para serem eleitos, ao invés de votar por candidato.Mas, ainda não entendo o porquê deles não mudaram o sistema de eleições para a eleição dos candidatos mais votados.Aposto que deve ser mais um jeito de manterem os mesmos partidos com os mesmos interesses no poder, talvez um jeito menos explícito.Já o financiamento das campanhas também ser feito pelo governo, segundos os deputados, será um meio de evitar doações de dinheiro ilegais [por debaixo dos panos] e a um custo de 7 reais por eleitor para cada partido.Os partidos distribuirão a verba entre os candidatos de acordo com o interesse deles.Isso pode não ser muito bom, creio que isso não vai impedir os políticos de conseguir dinheiro ilegal e além disso a verba a ser usada vai ser do contribuinte e que pode não querer financiar certos candidatos.


Se o sistema de eleições fosse mudado para só se elegerem os candidatos com maiores números de votos, seria adquirida mais transparência e confiança no processo político.E, uma das soluções para o problema do financiamento ilegal das campanhas, seria adotar um sistema como o dos Estados Unidos, onde a população pode doar dinheiro aos candidatos do seu interesse.Isso poderia acabar com as doações ilegais.


Enfim, cada vez mais vejo porque o povo cada vez mais perde as esperanças e a confiança nos políticos brasileiros.Sempre temos notícia de algum escândalo os envolvendo.Quando não é um deputado federal tendo o seu castelo de 6 milhões de reais não declarado nos impostos no interior de Minas Gerais, são passagens às custas do governo sendo dadas a parentes e amigos, celular cujas contas são pagas pelo governo sendo emprestado a filha que viajou para o México e que resultou numa conta de 14 mil reais.E o melhor é que nós somos os otários que pagamos por tudo isso. Afinal ganhar mais de 24 mil reais e vários benefícios é muito pouco para alguém sobreviver, é quase um indigente quem ganha isso.E eles ainda tem o maior benefício de todos: a impunidade




P.S.: As vezes fico pensando: -Se o Brasil, é desse jeito com tanta desonestidade e corrupção na política e não é o país mais corrupto do mundo na lista que reúnem eles, imagine como deve ser o país mais corrupto do mundo?

segunda-feira, 16 de março de 2009

Enoque



Uma das histórias que mais me fascinam na bíblia é a história de Enoque.Ele foi uma das duas únicas pessoas que nos tempos das Escrituras foram arrebatados e nunca mais voltaram.Seu nascimento foi a muito tempo atrás mesmo, logo no começo da bíblia, antes mesmo do nascimento de Noé.Ele viveu 365 anos aqui na terra.
Esta história me fascina porque para mim Enoque era um homem que levava um vida normal, como a nossa, mas soube fazer essa vida diferente andando com Deus e tendo muita intimidade com Ele.A outra pessoa que foi arrebatada foi Elias, muito tempo depois, mas Elias era profeta e Deus fazia muitos atos impressionantes antes através de Elias e temos muita informação a seu respeito.Talvez por isso não me fascine tanto.Infelizmente não temos muita informação sobre Enoque, os versículos que encontramos sobre ele são:
“Enoque viveu sessenta e cinco anos e gerou a Metusalém.Andou Enoque com Deus; e , depois que gerou a Metusalém, viveu trezentos anos; e teve filhos e filhas. Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos.Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si.”
Consequentemente, creio que tenha levado uma vida mais normal.Imagino Enoque andando pelas ruas e sempre conectado com Deus, sempre falando com Ele e Deus o respondia.Eu quero esse nível de intimidade ou maior [se ainda existir].
Passamos nosso tempo com Deus, geralmente 1 hora ou mais e saímos de lá muito satisfeitos.Mas quanto tempo será que Enoque passava com Deus?No mínimo 24 horas por dia, os sete dias da semana.Ele andava tanto com Deus, que Deus resolveu trazer ele logo para junto de si.Enquanto estava trabalhando ou fazendo qualquer outra coisa eles deviam estar em contato.E isso no tempo que não existia Jesus para nos representar e para nos redimir.Imagine quanta intimidade não podemos alcançar tendo Jesus [Nosso irmão mais velho] para nos representar.
Portanto, devemos nos empenhar e orar ao Senhor por mais intimidade.Vivemos num mundo mais atarefado do que nos tempos de Enoque, mas creio que sabendo colocar o Senhor na frente de tudo [isso se chama honrar ao Senhor], podemos ir alcançando níveis de intimidade maiores.Não tem uma fórmula para isso.Sabemos que não é fácil manter todos os dias uma comunhão com Deus, mas para honrá-lo algumas vezes somos constrangidos.Afinal, Ele nos comprou e nos adotou pelo maior preço possível: a vida do seu Filho.E em troca de passarmos tempo com Ele, saímos com uma satisfação que não existe em qualquer outra coisa do mundo e desfrutamos da Sua presença que nos revigora e nos renova.

domingo, 8 de março de 2009

Conclusões da viagem


Essa viagem foi o melhor tempo da minha vida.Queria poder ainda estar lá, mas infelizmente não deu.Se soubesse que ia ser tão bom teria marcado minha volta para esse mês, depois do spring break, que é um recesso de primavera que o povo tem por lá, mas acho que é só nas universidades. Parece que depois que eu cheguei até hoje é como se tivesse faltando alguma coisa. E lá era tão bom que não sentia saudades de casa.

Sinto saudades de tudo, da minha família, das conversas, dos passeios, de ouvir rádio bem alto no carro e depois de 1 hora e ver que algumas músicas já tocaram umas 4 ou 3 vezes, da internet de altíssima velocidade e wireless dentro de casa, de comer cereais para lanchar antes de dormir, do lactaid [leite bem gostoso e sem lactose], do twix pb [twix com recheio de peanut butter ao invés de caramelo e biscoito de chocolate ao invés de biscoito branco], do wendy's e seus frosties [tipo um sorvete], e mais ainda da starbuck's [que é um dos meus lugares favoritos porque sempre é quentinho e aconchegante, com um ótimo cheiro de café e com cafés ótimos como o Expresso Truffle o meu favorito e que eu ainda colocava além do açucar um pouco de pó de baunilha], do Olive Garden e suas massas muito gostosas, de abastecer o carro quando tinha que parar num posto de gasolina para abastecer, do clima frio, de assistir ugly betty pela internet em HD com minha prima pelo site do canal que passa abc.com [pois é o seriado preferido dela e aprendi a gostar kkkkkk], do ar-condicionado na casa inteira, do clima de sonho se tornando realidade, de mandar meu primo pequeno fazer as tarefas de casa da escola, do dia em que fui para Sunset Place com minha prima Wendy e Julia [uma das melhores saídas], do aluguel de filmes pela máquina por 1 dólar, das lojas das marcas que eu gosto além de mais baratas algumas em promoção, de andar pelas ruas com câmera e tudo mais sem se preocupar em ser assaltado.

Enfim, sou eternamente grato a Deus por Ele ter me proporcionado o melhor presente da minha vida.Os únicos problemas foi gastar dinheiro demais [um erro nas contas e no seu orçamento resulta em consequencias não muito boas] e não ter ainda mais dinheiro para comprar ainda mais e poder ir para outras cidades e não poder ter ido a New York City, pois não dava para meu primo me levar [não ter mais férias + crise financeira de lá resultou nisso].Mas pelo menos a esposa dele me fez um jantar americano, só com comidas típicas americanas, que não é hamburguer e batata frita, mas sim vagens com um molho, purê de batatas, meat loaf e de sobremesa pecan pie [que tava muuiiitooo booaa por sinal e é porque nem tinha saído do jeito certo], pois ela é americana gringa mesmo nascida em Cleveland, Ohio.Espero voltar logo!E logo abaixo segue um vídeo mostrando o caminho para Miami Beach.
E o difícil agora é voltar a vida real e estudar mais uma vez, o dia inteiro quase, para o vestibular de novo, e ter que fazer as tarefas domésticas da minha casa.